25/02 23:42

Primeiro dia do Encontro de Cidades Históricas reuniu gestores federais e estaduais no Maranhão

O primeiro dia dos painéis e apresentação de cases de sucesso 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial, realizado em São Luís pelo Governo do Maranhão, Confederação Nacional dos Municípios (CNM), com apoio do Sebrae-MA e da Prefeitura de São Luís, deu largada para as discussões de uma agenda de atividades para a definição de um novo posicionamento das cidades históricas brasileiras.

O painel sobre o “Financiamento para Gestão do Patrimônio Histórico”, abriu o evento apresentando os estágios das obras do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC) Cidades Históricas e discutiu perspectivas de financiamento público e privado para a gestão do patrimônio histórico-cultural das cidades patrimônio. Segundo Alfredo Costa, Superintendente do Instituto do Patrimônio Histórico Artístico Nacional – IPHAN/MA e painelista do encontro, a realização do evento em São Luís, umas das cidades com um dos maiores acervos históricos do Brasil, representa um grande avanço para o turismo do Estado.  “O Iphan tem vários projetos em andamento na capital maranhense, a maioria deles pensando em facilitar o acesso ao Centro Histórico e trazer cada vez mais pessoas para o Estado”.

Ainda durante a manhã, o painel “A Promoção do Patrimônio Histórico Cultural”, trouxe a discussão sobre as estratégias de ações de marketing e promoção do patrimônio histórico-cultural e sobre a importância do título Patrimônio Mundial como instrumento de promoção do desenvolvimento local. Neste painel, a Coordenadora de Cultura da Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura(UNESCO),  Patrícia Reis de Matos Braz; José Cláudio Ferreira Martins, Prefeito de Jaguarão/RS; Ana Lourdes Costa – Coordenadora de Promoção e Gestão da Imagem Institucional do Instituto Brasileiro de Museus- IBRAM; e Sérgio Rodrigo Reis – Presidente da Fundação Municipal de Cultura, Lazer e Turismo(Fumcult) de Congonhas/MG, falaram sobre as estratégias adotadas por algumas cidades históricas, como Congonhas, em Minas Gerais, que vem desenvolvendo programas de promoção e defesa do patrimônio artístico de forma criativa para obter resultados.

Para o presidente da Fumcult, a participação no 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial foi uma rara oportunidade de dividir as estratégias desenvolvidas em Congonhas, durante os dois últimos anos, para promoção do acervo histórico. “Conseguimos, com ações como o Bicentenário do Aleijadinho, as comemorações dos 30 anos do título de Patrimônio Mundial de Congonhas e a inauguração do Museu de Congonhas, colocar nosso patrimônio histórico em destaque nacional. Com isso, movimentamos a economia local, geramos renda e ampliamos o turismo do município”, salientou o presidente.

Outro destaque durante a programação desta quinta-feira, foi a participação do Ministro do Tribunal de Contas da União, Vital do Rêgo, que iniciou os diálogos sobre a sustentabilidade da economia e suas boas práticas de negócios, como alternativas de exploração do potencial econômico das cidades patrimônio.

“Dividir experiências de sucesso já uma grande vitória para cada umas das cidades aqui representadas. Espero, que a realização do encontro, nesta cidade, que abriga um acervo arquitetônico inigualável e cultura sem igual,  consagre uma fase de avanços econômicos e geração de renda para  a população”.

Um painel sobre as “Alternativas Para as Questões Sociais” dos sítios históricos, finalizou o primeiro dia de painéis com a participação do Diretor Executivo da Federação Colombiana de Municípios, Gilberto Toro, e de representantes da UNICEF, Secretaria de Turismo do Ouro Preto/MG e da Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social de São Luís.

O representante colombiano se disse encantado pela grandiosidade do Centro Histórico de São Luis. “Fico agradecido por participar de um evento tão importante para a preservação destes centros e para o incremento da turismo maranhense e brasileiro”, pontuou Gilberto Toro.

Programação

Durante toda esta sexta-feira(26), o 2º Encontro Brasileiro das Cidades Históricas, Turísticas e Patrimônio Mundial promove discussões sobre “A gestão urbana para Habitação e Ocupação em Sítios Históricos; “O Turismo como Catalisador para o Desenvolvimento dos Sítios Históricos”; e sobre  “Cultura, Turismo e a Atuação do Legislativo Federal na Governança nas Cidades Históricas Brasileiras”,

No sábado (27), os gestores públicos participam de uma visita técnica ao Centro Histórico de São Luís.

Contatos

contatos

Avenida dos Holandeses, 9,
Quadra. 33,
São Luís - MA

Tel: 98 3232-0995 | 3231-0822

Links Úteis
Localização

localização

Click to open larger map