";?>
";?> 
    pólos turísticos     página principal Fale Conosco";?>Busca no site";?>
 :: english :: :: voltar :: principal :: 




Fonte do Ribeirão
A encantadora e secular fonte teve sua construção a mando de D. Fernando Antônio Noronha, no ano de 1796, resultante da necessidade de saneamento e melhoria da água para o consumo. Suas águas jorram de cinco carrancas esculpidas em pedra, com biqueiras de bronze que caem para as galerias subterrâneas, no sentido da antiga Praia do Caju. Um monumento cercado de mistérios e lendas intrigantes. Uma delas diz que, em suas galerias existe uma serpente encantada que percorre todo o Centro Histórico. A cabeça da serpente está localizada na Fonte do Ribeirão, a barriga na Igreja do Carmo e a cauda na Igreja São Pantaleão. A serpente estaria crescendo e quando a cauda encontrar com a cabeça, destruiria a Ilha de São Luís.

Fonte das Pedras
Em 31 de outubro de 1615, Jerônimo de Albuquerque, na memorável luta pela expulsão dos franceses, acampou com suas tropas junto à nascente que também serviria, anos depois, de suprimento para os holandeses, enquanto possuíram a cidade. Num espaço amplo e arborizado, a Fonte das Pedras, permanece ainda com características de sua original construção, como o frontão de alvenaria, calçamento, galerias subterrâneas, bicas e carrancas, construídas no melhor estilo colonial português. Localizada na Rua de São João, próxima ao Mercado Central.