São Luis / Alcântara

São Luis

Passear pelo Centro Histórico de São Luís e conhecer a história de cada beco e dos muitos casarões históricos é uma experiência encantadora. Além de propiciar uma viagem no tempo, o passeio nos traz a certeza da beleza e do charme dos 4 mil casarões, distribuídos por mais de 220 hectares, tombados como Patrimônio Mundial da Humanidade pela Unesco desde 1997. Os casarões seculares, em sua maioria, revestidos de azulejos portugueses pintados à mão, compõe um dos mais importantes conjuntos arquitetônicos de essência portuguesa ainda preservados da América Latina.

Formado pelos bairros da Praia Grande e Desterro, a região concentra hoje, museus, centros de cultura, teatros, cinema, bares, restaurantes, feiras e uma infinidade de lojas de artesanato. Estão ali também, praças, becos, escadarias, ladeiras e algumas das mais belas ruas da parte histórica da cidade, como as Ruas Portugal e do Giz e o Largo do Comércio.

O Palácio dos Leões, sede do governo estadual, a Catedral da Sé, os palácios Episcopal, La Ravardiére e Cristo Rei, o Teatro Arthur Azevedo, entre muitos outros são um prato cheio para quem adora se perder na história dos anos de ouro de nosso país. Construídos pelos senhores que comandavam a produção de algodão na região, os solares e sobrados representam o apogeu econômico da cidade.

Neste belíssimo cenário, a culinária também é atração. Não tem como não se deixar seduzir pelos sabores regionais do imperdível arroz de cuxá, da caldeirada de camarão e frutos do mar, dos sucos de bacuri e cupuaçu, além do tradicional doce de buriti. Foram tantos os temperos e influências de europeus, índios, africanos e outros povos, que a culinária maranhense só poderia dar no que deu: uma conjunção exuberante, inigualável de sabores e receitas.

Mas nosso cardápio vai muito além das combinações mais famosas e é difícil dizer qual dos pratos típicos melhor satisfaz o paladar exigente de maranhenses e turistas. Os sucos e iguarias como os doces de espécie típicos de Alcântara e os doces cristalizados, em massa ou calda, à base de frutas regionais, como caju, buriti, bacuri, jaca e abacaxi são facilmente encontrados nas lojas de artesanato e culinária espalhados pelo Centro Histórico, oferecendo a todos uma experiência gastronômica verdadeiramente única.

Alcântara

Charme colonial onde começa a Amazônia. Alcantara é uma pequena cidade monumento localizada em plena Amazônia Legal, cercada por praias e ilhas desertas. Orgulha-se de ser a primeira cidade histórica amazônica reconhecida como Patrimônio Nacional pelo IPHAN.

O estilo colonial de seu importante conjunto arquitetônico reflete uma história de opulência e riqueza, quando Alcântara era habitada por ricos barões. Suas principais atrações podem ser visitadas a pé, em calmos passeios pelas ruas calçadas de pedra do seu Centro Histórico, passando pela Praça da Matriz, visitando a Casa da Câmara e Cadeia, o Museu Histórico e Artístico de Alcântara, a Casa do Divino e as igrejas coloniais.

Com um pouco mais de tempo, pode-se também fazer passeios de barco pelos igarapés amazônicos e visitar ilhas como a do Livramento, considerada a mais bela praia de Alcântara. De lá, é possível observar o voo dos guarás, aves de plumagem vermelha, encontradas com frequência na região.

Acesso: A maneira mais fácil para se chegar a Alcântara é por meio da travessia da Baía de São Marcos, que separa a Ilha de São Luís e a cidade histórica de Alcântara. A travessia é feita por lanchas e catamarãs, que, de acordo com a tábua das marés, partem diariamente do terminal hidroviário da Praia Grande, que fica no Centro Histórico de São Luís.

Contatos

contatos

Avenida dos Holandeses, 9,
Quadra. 33,
São Luís - MA

Tel: 98 3232-0995 | 3231-0822

Links Úteis
Localização

localização

Click to open larger map