Artesanato

  • São Luis

Centro de Produção Artesanal do Maranhão (Ceprama)

Vitrine do artesanato produzido em todo o estado, o Ceprama ocupa o prédio da antiga Companhia de Fiação e Tecidos de Cânhamo (1891), no bairro Madre Deus, em São Luís, e tem uma área de aproximadamente 3.000 m². Em sua área interna, boxes em que artistas e artesãos maranhenses produzem e vendem o artesanato das diferentes regiões do estado. Em períodos sazonais como São João e carnaval, o Ceprama, recebe shows e apresentações culturais na concha acústica de sua área externa.

Informações:

Endereço: Rua de São Pantaleão, 1232, Madre Deus

Telefone: (+55 98) 3232-2187

Funcionamento: de segunda a sexta, das 9h às 19h. / Sábados das 9h às 19h e domingos das 9h às 13h.

 

Azulejaria

Pegando carona na tradição azulejar de São Luís, os artesãos da cidade esbanjam talento, produzindo azulejos que reproduzem estampas de antigos azulejos portugueses encontrados em São Luís, além de paisagens urbanas retratando ruas, becos e casario.

Cerâmica Vitrificada

É um tipo de artesanato sofisticado que agrega valor às peças de cerâmica comum, a partir do processo de vitrificação. O aspecto vitrificado é obtido através da queima das peças, que passam por um processo de impermeabilização, recebendo uma camada vítrea sobre a qual o artista faz suas intervenções. Com esta técnica, são produzidos jarros, esculturas, vasilhas utilitárias e outras belas peças decorativas inspiradas no folclore maranhense.

 

  • Barreirinhas, Tutóia e Alcântara

Artesanato em Palha de Buriti

O buritizeiro é uma palmeira amazônica facilmente encontrada no norte do Maranhão. A fibra do buriti é manuseada pelas mãos de fadas das tímidas donas de casa, que dependem dos seus companheiros para coleta desta matéria-prima. A fibra fresca, após o cozimento, passa pelo processo de tintura com ervas da região, ficando uma perfeita coloração: cascas naturais de açaí dão o tom roxo-escuro; o salsão, a cor verde; do urucum, o laranja; e do açafrão, o amarelo.

As artesãs se concentram nas comunidades das cidades de Barreirinhas, Tutóia e da comunidade de Santa Maria, em Alcântara, e confeccionam bolsas, chapéus, chinelos, toalhas de mesa, redes, dentre outros produtos, que saem das áreas ribeirinhas do Maranhão para as vitrines do Brasil e do Mundo!

O trabalho das artesãs maranhenses tem despertado cada vez mais a atenção do mercado da moda ecologicamente correta, fazendo da palha de buriti a mais nova e cobiçada matéria-prima “fashion made in Brasil”.

 

  • Raposa

Rua da Renda ou Corredor das Rendeiras

O próspero povoado de Raposa surgiu a partir dos anos 50, e começou a se desenvolver com a chegada de pescadores cearenses oriundos do município de Acaraú-CE, que trouxeram consigo suas mulheres, as conhecidas rendeiras de bilro do município. Isto garantiu ao local as principais características da atual fonte de renda da comunidade: a pesca e a renda de bilro. Quase todas as portas das casas palafitas, moradias da Rua Principal – Corredor da Rendeira, foram transformadas em pequenas lojas de artesanato, onde são comercializados: toalhas de mesa, panos de prato, passadeiras, saídas de praia, chapéus, cortinas, além de uma série de outros artefatos confeccionados em renda de bilro, pacientemente tecidas em almofadas de renda, por mulheres de pescadores. Esta é uma tradição passada de mãe para filha.

– Araioses

Povoado de Carnaubeiras

Carnaubeiras é um dos muitos paraísos naturais do Delta do Parnaíba. Fica a 25 km do centro de Araioses e é habitada por pescadores e catadores de caranguejo.

É um dos pontos de partida para deliciosas viagens pelas águas do Parnaíba, percorrendo trechos cercados de vegetação ciliar que formam verdadeiros labirintos. Chapéus e tapetes feitos de palha de carnaúba e peças produzidas em madeira, cerâmica e tecido fazem parte do artesanato local.

 

Endereço

Secretaria de Estado do Turismo - SETUR

Av. Dom Pedro II,
Pça da Mãe d'Água,
Nº. 32 - Centro
CEP: 65010-450
São Luís - Maranhão

E-mail para contato:
ascomseturma@gmail.com

Encontre no Mapa

Desenvolvido e hospedado pela Secretaria Adjunta de Tecnologia da Informação - SEATI